Padre, que mensagem gostaria de deixar aos brasileiros?

Hoje, às 22h30 da noite, mons. Fernando Ocáriz embarcou de volta a Roma, depois de passar duas semanas no Brasil, com centenas de pessoas da Obra e amigos em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Prelado
Opus Dei - Padre, que mensagem gostaria de deixar aos brasileiros?

O prelado teve o seu último encontro com um grupo numeroso de jovens que participam das atividades formativas do Opus Dei em várias cidades do país. Uma das presentes recordou a visita de são Josemaria ao Brasil no ano de 1974 e uma famosa benção que então nos deu: ‘que vos multipliqueis como as areias das vossas praias, como as árvores das vossas montanhas, como as flores dos vossos campos, como os grãos aromáticos do vosso café’.

Contemplando um auditório repleto, ela afirmou: “De fato, já crescemos um pouco... Mas queremos mais! E agora Padre, que o senhor está voltando a Roma, que mensagem gostaria de deixar aos brasileiros?”.

Com alegria, mons. Ocáriz respondeu: “não posso deixar mensagem melhor do que esta. Tenham-na muito presente. É a vocação apostólica do cristão. E vocês têm que chegar a todo este país, enchendo-o de amor a Jesus e, como consequência, de paz e de alegria. Mas isso tem que nascer da união pessoal com Jesus Cristo. É o que São Josemaria também pensava e dizia”.

Gabriella, estudante de Odontologia, contou ao prelado que no dia anterior tinha participado de um trabalho voluntário no centro da cidade, e perguntou como podemos contribuir, dentro das nossas possibilidades, para melhorar a realidade social. Mons. Ocáriz recordou umas palavras de são Josemaria na homilia O Coração de Cristo, paz dos cristãos: “Um homem e uma sociedade que não reajam perante as tribulações ou as injustiças, e não se esforcem por aliviá-las, não são nem homem nem sociedade à medida do amor do Coração de Cristo” (É Cristo que passa, 167).

"Um homem e uma sociedade que não reajam perante as tribulações ou as injustiças, e não se esforcem por aliviá-las, não são nem homem nem sociedade à medida do amor do Coração de Cristo" (São Josemaria)

Explicou que quando uma pessoa procura conhecer e amar Jesus, Ele a contagia com o seu amor às almas e a sua preocupação pelo mundo. “Dentro desta preocupação está a realidade do sofrimento, da pobreza, etc. que devemos sentir como algo muito nosso”. O modo de contribuir para melhorar essas situações dependerá das circunstâncias de cada um. Continuou dizendo que "são muito úteis as iniciativas sociais que já se realizam em tantos lugares. Há muitas pessoas da Obra que dedicam esforço a promover este tipo de atividades”. Concluiu animando todos a fazer o possível para o bem estar social, pois podemos fazer mais do que pensamos.

Todas as participantes tinham um grande desejo de mostrar ao prelado o carinho do povo brasileiro e o agradecimento pelos dias que passou no nosso país. Em um momento, uma das jovens levantou-se e o manifestou em nome de todas. A seguir ergueram cartazes com as palavras “Gracias, Padre”, e “Le queremos mucho”. Mons. Ocáriz agradeceu esta manifestação de afeto e lhes pediu que rezem por ele.