14 de fevereiro: a Obra é de Deus

Em um 14 de fevereiro, São Josemaria entendeu profundamente que Deus chamava as mulheres e os sacerdotes para serem e fazerem o Opus Dei. Oferecemos alguns textos e histórias sobre esta data.

Opus Dei
Opus Dei - 14 de fevereiro: a Obra é de Deus

No dia 14 de fevereiro se comemora no Opus Dei aniversário da extensão do trabalho apostólico às mulheres, em 1930, e da fundação da Sociedade Sacerdotal da Santa Cruz, em 1943. O Prelado do Opus Dei referiu-se em sua carta mensal ao aniversário de 85 anos do momento em que Deus fez São Josemaria compreender que o Opus Dei era também para as mulheres, o mesmo que para os homens: Quantas graças a Deus dava o nosso Padre, insisto, por esta luz divina que se acendeu com a presença das mulheres no Opus Dei! Como explicou em outros momentos, realmente, sem essa vontade expressa do Senhor (...), a Obra teria ficado manca."

Vídeo do Fundador “Ajudai-me a dar graças" : Vídeo breve de S. Josemaria sobre a extensão do trabalho apostólico do Opus Dei às mulheres e o início da Sociedade Sacerdotal da Santa Cruz.

Textos “Dois temas capitais: elas e os sacerdotes" : Assim se expressava São Josemaria em 1940. Sendo a chamada à santidade universal, a partir de 1930 e 1943, Deus mostrou que o caminho do Opus Dei é para todos.

Artigo de Francisca R. Quiroga em 'Studia et Documenta' sobre o 14 de fevereiro de 1930 No dia 14 de fevereiro de 1930, São Josemaria compreendeu que também Deus chamava para o Opus Dei mulheres de todo o mundo, a fim de se santificarem na vida ordinária.

Testemunho de alguns sacerdotes da Sociedade Sacerdotal da Santa Cruz

No Chade, “todos, muçulmanos e cristãos, rezam muito" : Mons. Rubén Darío Ruiz é argentino, sacerdote diocesano e diplomata do Vaticano. Enviado pela Santa Sé, vive atualmente na República do Chade, no centro do continente africano. Conta-nos, em primeira pessoa, as suas experiências.

José Antonio Abad : “Ele sabia que as sete casas e as 35 almas que viviam no povoado onde eu residia, eu as havia aceitado, mas..."

Robert Gendreau é pároco na arquidiocese de Monréal (Canadá) e pertence à Sociedade Sacerdotal da Santa Cruz.Nesse video conta como conheceu o Opus Dei e como o ajudou no seu trabalho sacerdotal.

Video- testemunhos de mulheres do Opus Dei

“Um dia na vida de Maylis": Maylis restaura obras de arte e durante o seu trabalho dialoga com Deus. Vive o celibato apostólico, ou seja, a entrega absoluta a Deus que lhe permite estar disponível para orientar outras pessoas na sua procura de Deus (Vídeo: 03'51'').

Laurent e Solange: o seu casamento e o Opus Dei : Solange e Laurent são um jovem casal de Paris, com três filhos pequenos. Pertencem ambos ao Opus Dei e neste vídeo explicam como a vida espiritual os ajuda a se amarem mais (Vídeo: 4'41'').

Yukiko Kojima nasceu em Kyoto (Japão) e cursou o magistério. Por motivos profissionais, a sua família mudou-se para Pamplona (Espanha). Lá, Yukiko conheceu o Opus Dei e pediu a admissão como numerária auxiliar. Atualmente, vive e trabalha em Roma.