A que se compromete uma pessoa que se incorpora ao Opus Dei?

A incorporação à prelazia do Opus Dei está essencialmente unida à vocação pessoal desse fiel.

Prelazia Pessoal

Daí a incorporação trazer consigo o compromisso de viver tudo o que se refere a essa vocação. Nas suas manifestações externas, esse compromisso se situa sempre e exclusivamente no plano da vida eclesial da pessoa, sem nunca entrar em âmbitos de natureza temporal. Trata-se de deveres que se referem à vida espiritual, à própria formação, à participação ativa nas atividades apostólicas promovidas pela prelazia. Por se tratar tão somente dos âmbitos em que um fiel dispõe de liberdade para seguir um caminho ou outro, o compromisso com a prelazia é perfeitamente harmônico com os deveres do fiel em relação à Igreja universal e à Igreja particular, e com outras obrigações que tiver assumido, naturalmente ou por vontade própria. A vinculação ao Opus Dei visa precisamente ajudá-lo a viver o conjunto dos seus deveres correntes, tanto na Igreja como na sociedade civil.

Para alguns fiéis, o compromisso também compreende o celibato apostólico e uma maior disponibilidade para servir às atividades apostólicas próprias da prelazia.