Imagem de São Josemaria na Catedral de Nova Deli

Durante a festa de São Josemaria Escrivá, a 26 de Junho, o Arcebispo Vincent Concessao, que presidiu à celebração da Missa em honra do Fundador do Opus Dei, benzeu uma nova imagem do santo que foi colocada na Catedral de Nova Deli. Josemaria Escrivá conheceu – antes de falecer em 1975 - os primeiros homens e mulheres indianos que pediram a admissão no Opus Dei. Durante a sua vida sentiu uma grande admiração e carinho pela Índia.

Notícias

Durante a festa de São Josemaria Escrivá, a 26 de Junho, o Arcebispo Vincent Concessao, que presidiu à celebração da Missa em honra do Fundador do Opus Dei, benzeu uma nova imagem do santo que foi colocada na Catedral de Nova Deli.

Na sua homília, o Arcebispo disse aos presentes que a necessidade mais urgente da Igreja são os santos. Esta é precisamente a mensagem fulcral de São Josemaria: todos os baptizados são chamados a serem santos.

“Não deve haver santos apenas nos nichos – explicou o Arcebispo – mas também a trabalhar nas fábricas, nas oficinas… em todas as profissões; estas circunstâncias não deveriam ser vistas como um obstáculo para a santidade, mas como um meio para a alcançar. Não interessa qual o tipo de trabalho que se realiza. Quando se está ao serviço das outras pessoas e se faz isso por amor, com a consciência de estar a secundar os planos de Deus para cada um, consegue-se a identificação com Cristo e estamos, assim, mais próximos de Deus”.

Bernard Alick, o artista indiano que fez a estátua de resina de acordo com a escultura original de Baldessari, sentia-se orgulhoso por ter sido um dos que levou a nova imagem em procissão, ao terminar a Missa, seguido do Arcebispo e dos outros cinco concelebrantes, desde o presbitério até à Capela baptismal da igreja, onde a estátua foi colocada.

Alguns participantes colocaram um ramo de flores junto da estátua no final da cerimônia: Leena Khalko, de Jharkhand, disse que irá trazer flores frescas com frequência e dirigir as suas preces por intercessão de São Josemaria na Catedral de Deli.

Josemaria Escrivá conheceu – antes de falecer em 1975 - os primeiros homens e mulheres indianos que pediram a admissão no Opus Dei. Durante a sua vida sentiu uma grande admiração e carinho pela Índia. São Josemaria, “o santo do quotidiano” – em palavras de João Paulo II – tinha as gentes deste país no seu coração e nas suas orações e agora continua a fazer o mesmo no Céu, sempre disposto a interceder ante Deus por quem lhe pede ajuda.