Falar com Deus

Escreveste-me: "Orar é falar com Deus. Mas de quê?" - De quê? DEle e de ti: alegrias, tristezas, êxitos e fracassos, ambições nobres, preocupações diárias..., fraquezas!; e ações de graças e pedidos; e Amor e desagravo. Em duas palavras: conhecê-Lo e conhecer-te - ganhar intimidade! (Caminho, 91)

Mensagem

Não sabes orar? - Põe-te na presença de Deus, e logo que começares a dizer: "Senhor, não sei fazer oração!...", podes ter certeza de que começaste a fazê-la.

Caminho, 90

Devagar. - Repara no que dizes, quem o diz e a quem. - Porque esse falar às pressas, sem lugar para a reflexão, é ruído, chacoalhar de latas.

E te direi, com Santa Teresa, que a isso não chamo oração, por muito que mexas os lábios.

Caminho, 85

Fala Jesus: "Digo-vos, pois: Pedi e dar-se-vos-á; buscai e achareis; batei e abrir-se-vos-á".

Faz oração. Em que negócio humano te podem dar mais garantias de êxito?

Caminho, 96

Olha que conjunto de razões sem razão te apresenta o inimigo, para que abandones a oração: "Falta-me tempo" - quando o estás perdendo continuamente -; "isto não é para mim", "eu tenho o coração seco"...

A oração não é problema de falar ou de sentir, mas de amar. E ama-se quando se faz o esforço de tentar dizer alguma coisa ao Senhor, ainda que não se diga nada.

Sulco, 464