A missão do sacerdote

Um professor universitário pergunta a Josemaria Escrivá que “função” tem um sacerdote na vida social. O contexto é uma reunião informal em São Paulo, Brasil, no dia 1 de junho de 1974, ano em que S. Josemaria fazia 50 anos de sacerdócio.

Vídeos de São Josemaria

Um professor universitário pergunta a Josemaria Escrivá que “função” tem um sacerdote na vida social. O contexto é uma reunião informal em São Paulo, Brasil, no dia 1 de junho de 1974, ano em que S. Josemaria fazia 50 anos de sacerdócio.

- Padre, sou professor universitário. Sabemos que o Padre está no ano cinquenta do seu sacerdócio. Damos por isso muitas graças a Deus pela fecundidade imensa do seu trabalho. Poderia padre falar-nos resumidamente da sua vida de sacerdote, e também em poucas palavras sobre a missão do sacerdote na vida moderna.

- Meu filho, dá-me muita alegria responder a um universitário, a um colega. Desde os meus dezasseis anos que estou em contacto com a Universidade. E não me chamaste velho, mas disseste que estou nos meus cinquenta anos de sacerdócio: foste muito prudente. E é verdade. Em primeiro lugar

devo agradecer a Deus nosso Senhor estes cinquenta anos de trabalho. Trabalhei, queres que to diga como costumo dizer, porque me irás entender muito bem? "ut iumentum, ut iumentum factus sum apud te...," vou traduzir, como um burrinho, entende-se?

- Sim, Padre.

- Como um burrinho estou diante de Deus, puxando do carro. Esse foi o ofício a que me dediquei. O meu ofício é servir o Senhor, E, pelo serviço do Senhor, servir a todas as almas sem distinção. Uma parte da tua pregunta está respondida. E como sirvo o Senhor? falando às almas de Deus e só de Deus. Esqueço-me de que sou advogado, esqueço-me de que tenho três doutoramentos, que não me servem para nada. Só quero recordar, que sou Cristo; e Cristo fala de paz e de guerra, Cristo fala de dar e de dar-se, e Cristo fala sempre de amor. De modo que, meu filho, De modo que meu filho, já te respondi: eu não sei falar mais do que de Deus; não posso falar mais do que Deus, se falasse de algo que não fosse de Deus, enganar-me-ia. E penso que esta é a missão do sacerdote: falar de Deus, repetir uma vez e outra as palavras de Cristo Senhor Nosso, a doutrina salvadora do Redentor, e administrar os santos sacramentos…, sem distinção, com amor, igual para todos.