O realismo humano da santidade

O realismo humano da santidade

Josemaria Escrivá faz-nos ver que o santo não se move num mundo de sombras e de aparências, mas neste nosso mundo de realidades humanas e concretas, em que há ‘algo de divino’ que ‘está já aí’ esperando que o homem o saiba encontrar.