​Orações pelos defuntos

No mês de Novembro a Igreja recorda de forma especial os fiéis defuntos. Oferecemos o texto do "Responso", uma oração tradicional pelos falecidos.

Ano litúrgico
Opus Dei - ​Orações pelos defuntos

Oferecemos o texto do "Responso" em epub e pdf.

Responso

Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em Mim, mesmo que esteja morto, viverá; e quem vive e crê em Mim não morrerá eternamente (Jo 11, 25)

Santos de Deus, vinde em seu auxílio; anjos do Senhor, correi ao seu encontro! Acolhei a(s) sua(s) alma(s), levando-a(s) à presença do Altíssimo.

V/. Cristo te (vos) chamou. Ele te (vos) receba, e os anjos te (vos) acompanhem ao seio de Abraão.

R/. Acolhei a(s) sua(s) alma(s), levando-a(s) à presença do Altíssimo.

V/. Dai-lhe(s), Senhor, o repouso eterno e brilhe para ele(s) a vossa luz.

R/. Acolhei a(s) sua(s) alma(s), levando-a(s) à presença do Altíssimo.

V/. Senhor, tende piedade de nós.

R/. Cristo, tende piedade de nós. Senhor, tende piedade de nós. Pai nosso.

V/. Descanse(m) em paz.

R/. Amém.

V/. O Senhor esteja convosco.

R/. Ele está no meio de nós.

Oração

Ouvi ó Pai, as nossas preces; sede misericordioso para com o(s) vosso(s) servo(s) N., que chamastes deste mundo. Concedei-lhe(s) a luz e a paz no convívio dos vossos santos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, na unidade do Espírito Santo.

R/. Amém.

Oração

Absolvei, Senhor, a(s) alma(s) do(s) vosso(s) servo(s) N. de todos os laços do pecado, a fim de que, na ressurreição gloriosa, entre os vossos Santos e eleitos, possa(m) ele(s), ressuscitado(s) em seu(s) corpo(s), de novo respirar(em). Por Cristo Nosso Senhor.

R/. Amém.

V/. Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em Mim, mesmo que esteja morto, viverá; e quem vive e crê em Mim não morrerá eternamente. Dai-lhe(s), Senhor, o repouso eterno.

R/. E brilhe(m) para ele(s) a vossa luz.

V/. Descanse(m) em paz.

R/. Amém.

V/. A(s) sua(s) alma(s) e as almas de todos os fiéis defuntos, pela misericórdia de Deus, descansem em paz.

R/. Amém.


Qual o sentido das orações pelos defuntos?

Na morte, o justo se encontra com Deus, que o chama para junto de si a fim de torná-lo participante da vida divina. Contudo, ninguém pode ser acolhido na amizade e na intimidade de Deus se antes não for purificado por ele das consequências pessoais de todas as suas culpas. A Igreja denomina Purgatório esta purificação final dos eleitos, que é completamente distinta do castigo dos condenados (...).

Daí o piedoso costume dos sufrágios pelas almas do Purgatório, que são uma urgente súplica a Deus para que tenha misericórdia dos fiéis defuntos, purifique-os com o fogo da sua caridade e os introduza em seu Reino de luz e de vida.

Os sufrágios são uma expressão cultual da fé na comunhão dos santos." A Igreja peregrina na terra, desde o início do Cristianismo, prestou piedosa homenagem aos mortos e por eles oferecia sufrágios, convencida de que 'é santo e piedoso rezar pelos falecidos, a fim de que sejam absolvidos do seu pecado'." Tais sufrágios consistem antes de tudo na celebração do sacrifício eucarístico; depois, outras expressões de piedade tais como orações, esmolas, obras de misericórdia, aquisição de indulgências em favor das almas dos defuntos.

Diretório sobre piedade popular e liturgia, n. 251