Univ 2015: a amizade e a cidadania

2.500 estudantes dos 5 continentes reúnem-se em Roma de 29 de março a 5 de abril para viver a Semana Santa e a Páscoa junto do Santo Padre. O tema proposto aos universitários para este ano é “Amizade: a figura de uma nova cidadania”.

Opus Dei
Opus Dei - Univ 2015: a amizade e a cidadania

O Fórum Univ, que se realiza há 48 anos, nasceu em 1968 sob o impulso de S. Josemaria Escrivá, fundador do Opus Dei.

O tema "Amizade: modela para uma nova cidadania" foi objeto de diversas atividades ao longo da semana, quer nos locais de residência dos participantes, quer em outros locais da cidade eterna.

Na quarta-feira, dia 1 de abril os universitários do Fórum participam na audiência geral de quarta-feira com o Papa Francisco.

Nestes 48 anos mais de 100.000 universitários participaram no Fórum. Todos os anos os participantes foram recebidos pelo Papa. O texto desses encontros e a lista dos temas das 47 edições precedentes do Univ, juntamente com outras informações sobre o Congresso, encontram-se no site http://www.univforum.org/pt

A Prelazia do Opus Dei organiza atividades de formação cristã que acompanham as atividades culturais. O encontro é uma oportunidade para conhecer a cidade de Roma seguindo as marcas da história da Igreja desde os primeiros séculos.

A presidente do Fórum Univ 2015, a estudante chilena Florencia Cordero, comentou que este ano o UNIV anima os participantes a refletir sobre o tema da amizade, que se vê como chave para uma nova sociedade: "Queremos animar os participantes a aprofundar nesta realidade tão rica e necessária para a plenitude da vida de cada ser humano e a relação entre todos. O desafio é tentar desentranhar o seu verdadeiro significado para a poder reconhecer e vivê-la hoje, num momento em que a superficialidade nos faz conformar-nos com pouco, com vínculos frágeis, que debilitam a qualidade da verdadeira companhia".

Florencia Cordero, presidente do UNIV 2015.

A Presidente destacou que, nesta 48ª edição, se fará uma coleta entre os jovens a favor dos cristãos perseguidos no Médio Oriente. Destinar-se-á, concretamente, a refugiados do Líbano.

O Fórum prevê numerosas manifestações culturais em vários locais de Roma (conferências, colóquios, grupos de estudo, mesas redondas) com especial atenção para as artes: concertos, recitais, etc. Entre os convidados para as conferências deste ano, encontram-se o escritor Alessandro D'Avenia; os professores David O'Connor e Craig Iffland e a professora queniana Elizabeth Gachenga.

Uma das atividades centrais do Fórum é o Encontro Romano, que tem como tema "O poder do serviço: Empatia e trabalho em equipe" e terá lugar na sede de Eataly Roma. Como explica Florencia Cordero "nas relações laborais o desenvolvimento da empatia é chave, porque favorece a comunicação interpessoal e fortalece o profissionalismo". O Encontro Romano 2015 quer propor a reflexão acerca destes valores em alta especialmente nas profissões do setor de serviços, onde as pessoas são o fim imediato da atividade laboral. O encontro terminará com uma feira de stands com produtos artesanais procedentes de diversas partes do mundo.

Por seu lado, o Fórum de Iniciativas Sociais é o espaço dedicado à apresentação de projetos de voluntariado e solidariedade dos quais são protagonistas, com as suas experiências, estudantes universitários que cooperam na atenção dos mais necessitados nas periferias das nossas sociedades.