Que diferença há entre um católico corrente, mais ou menos praticante, e uma pessoa do Opus Dei?

Não há qualquer diferença, uma vez que uma pessoa do Opus Dei é um católico corrente, que recebeu uma chamada específica dentro da sua vocação cristã para fazer parte de uma família espiritual e para procurar ser melhor cristão, colaborando com a missão da Igreja.

Prelazia Pessoal

Essa chamada não a distingue dos demais, pois não significa que a sua vida se transforme num sinal eclesial do seguimento de Cristo, como é próprio da vocação dos religiosos. A secularidade é essencial para todos os fiéis do Opus Dei, também para os que vivem o celibato como parte de sua vocação. Obviamente, se por católico se entende uma pessoa, na sua vida, não especialmente comprometida com o Senhor e com a Igreja, os fiéis do Opus Dei procuram, com todas as suas forças, não se verem nesse tipo. Mais do que isto, têm consciência de que estão chamados a recordar que o normal, para os discípulos de Cristo, deve ser segui-lo incondicionalmente, com um estilo de vida, às vezes, surpreendente para quem não o vê dentro de uma perspectiva cristã.