Os cooperadores do Opus Dei

Na medida em que o nosso anseio de amor e de paz for se estendendo, como uma consequência do espírito cristão que irá permeando todas as atividades do mundo, contribuiremos para que sejam mais facilmente resolvidos os grandes problemas que oprimem a humanidade (São Josemaria).

Cooperadores do Opus Dei
Opus Dei - Os cooperadores do Opus Dei

Os cooperadores são pessoas de todas as etnias, culturas e religiões: católicos e não católicos, cristãos ou não, e também não crentes que, juntamente com os fiéis da Prelazia e outros cidadãos, promovem numerosas iniciativas de caráter formativo e social.

A sua colaboração pode ser de caráter espiritual ou material. “Precisamos de cooperadoras como você, que rezem; de cooperadoras como você, que saibam sorrir", comentou São Josemaria a uma camponesa peruana, durante uma viagem à América Latina. No aspecto material, podem colaborar com o seu trabalho ou com esmolas. Referindo-se àqueles que compartilham ideais de promoção humana com os fiéis do Opus Dei, São Josemaria dizia: “Tenho tantos amigos que não são católicos. Dão-nos um pouco daquilo que, para eles, até agora era necessário; entregam-no generosamente para as obras apostólicas. Dão-nos o seu tempo e uma parte da sua vida".

Os cooperadores católicos apreciam também o sentido espiritual e apostólico dessas atividades, a serviço de Deus, da Igreja e de todas as almas. Entre eles contam-se não só fiéis leigos, mas clérigos de muitas dioceses do mundo inteiro, e comunidades religiosas que colaboram com a sua oração.

Os cooperadores recebem o afeto, a gratidão e a oração diária do Prelado e de todos os fiéis do Opus Dei. Além disso, se assim o desejarem, lhes é oferecida a possibilidade de receberem assistência espiritual. Os cooperadores católicos beneficiam-se também dos bens espirituais concedidos pela Igreja Católica aos que colaboram com o Opus Dei: em determinadas datas do ano podem receber o benefício de algumas indulgências, observando as condições estabelecidas pela Igreja e renovando, por devoção, os seus compromissos como cooperadores.