Liderança Solidária em Tocantins

Durante as férias de julho de 2010, o CEAC (Centro de Atividades Culturais) – localizado em Brasília – organizou a segunda edição do projeto Liderança Solidária.

Notícias

O projeto ocorreu pela segunda vez na localidade de Campo Alegre – Tocantins, uma das regiões mais carentes do Brasil, e contou com a participação de 47 estudantes universitários e jovens profissionais, vindos da Capital Federal, Belo Horizonte, Goiânia, Campinas, Niterói e Rio de Janeiro.

Em 2009, na primeira edição, um dos objetivos foi reformar a escola pública de Campo Alegre. Neste ano, os voluntários construíram e instalaram banheiros em mais de dez residências do povoado.

Outra frente de trabalho, coordenada pelo professor universitário Gabriel Castiglione, de Goiânia, foi a construção de defumadores de alimentos, que permitem uma maior diversificação da nutrição de muitas famílias e também possibilitam um acréscimo na sua renda.

Segundo o universitário Emílio Tanowe, “foi a melhor coisa que eu poderia ter feito nas férias. Trabalhamos juntos, nos divertimos, tivemos a oportunidade de rezar e refletir diariamente, e dessa forma, tentamos alegrar a comunidade."

Até poucos anos atrás, não havia luz elétrica em Campo Alegre, e a população ainda sofre a carência de muitos serviços básicos, especialmente na área médica. Diante dessa situação, cinco médicos e estudantes de Medicina improvisaram um consultório e atenderam muitas pessoas; algumas vinham depois de viajar horas em busca de um auxílio médico.

Dentre os voluntários, alguns eram graduandos e pós-graduandos em Odontologia, da cidade de Campinas. Utilizando um trailer-consultório, cedido pelo Exército, realizaram mais de cem atendimentos. Para muitas pessoas, foi a primeira consulta na vida.

O projeto Liderança Solidária também ofereceu um breve programa de formação para pais e professores. Sob a coordenação do professor João Malheiro, do Rio de Janeiro, organizou-se a Semana Pedagógica, na qual foram promovidas palestras e dinâmicas a respeito da integração entre a família e escola, transmitindo conselhos práticos sobre a educação das crianças e adolescentes. Ao final, montou-se para os mais novos uma série de gincanas e jogos educativos.

João Felipe Belo, que havia participado do projeto em 2009 e voltou a Tocantins neste ano, relatou: “É gratificante ver o agradecimento e a hospitalidade das pessoas de Campo Alegre. Vemos que vale a pena ajudar as pessoas. Ao mesmo tempo, elas nos mostram que nós é que temos de agradecer, pois viemos aqui e aprendemos muito com elas”.

O CEAC (Centro de Atividades Culturais) tem por finalidade oferecer atividades culturais, esportivas, acadêmicas e de solidariedade a estudantes do ensino médio, universitários e jovens profissionais, de Brasília e região, de modo a contribuir eficazmente na formação integral da pessoa. Também proporciona aos que o desejam atividades de formação católica promovidas pelo Opus Dei.

Para conhecer mais o trabalho do projeto Liderança Solidária: http://campoalegre2010.wordpress.com/