«Jovens, família e pobreza são os desafios dos cristãos de hoje»

O novo prelado do Opus Dei, Mons. Fernando Ocáriz recebeu os jornalistas na Universidade Pontifícia da Santa Cruz. Falou do Papa Francisco e dos desafios que a Igreja enfrenta e que vão estar em debate no Congresso geral do Opus Dei que decorre nestes dias em Roma.

Comunicados para imprensa e declarações

O novo prelado do Opus Dei teve um encontro com jornalistas na tarde da terça-feira, 24 de janeiro. Mons. Fernando Ocáriz disse que se sentia “sereno e tranquilo” ante a nomeação como prelado, com a segurança de que “se foi isto que Deus quis, Ele me dará a ajuda necessária para o realizar, através da oração dos fiéis da prelazia e de tantos amigos”.

“Se foi isto que Deus quis, Ele me dará a ajuda necessária para o realizar”

Na sua intervenção, agradeceu a Deus, aos eleitores e ao Papa Francisco “a confiança” manifestada. “Se eu pensar nos tesouros que nos legaram São Josemaria, o bem-aventurado Álvaro e o último prelado que, humana e sobrenaturalmente, tinham uma grandeza notável, não me sinto digno. Confio na oração de muitas pessoas e estou seguro de que Deus me ajudará”.

Sobre o trabalho do Opus Dei para os próximos anos, o prelado observou que “os desafios são os que os cristãos de hoje encontram”. Referiu concretamente os jovens, a família, a luta contra a pobreza e os doentes. “Na prelazia faz-se um amplo trabalho para ajudar as famílias”, assegurou. “O Papa Francisco insiste continuamente na pastoral familiar, como se viu com o Sínodo e com a carta apostólica Amoris Laetitia. Nós queremos seguir as suas exortações”.

“Não devemos ser pessoas que procuram o confronto, que não leva a nenhum lado e pode ocasionar faltas de caridade”

Mons. Fernando Ocáriz recordou que a sua nomeação ocorreu na semana de oração pela unidade dos cristãos. “Isso leva-me a pensar no que diz o Papa Francisco: construir pontes. Não devemos ser pessoas que procuram o confronto, que não leva a nenhum lado e pode ocasionar faltas de caridade. Não falo de irenismo: é possível ser amigos e ter ideias diferentes. A ponte da amizade pode levar a uma comunhão de ideias”.

O prelado também cumprimentou algumas famílias (Fotografía: Ismael Martínez Sánchez)

Mons. Mariano Fazio acompanhou o novo prelado no encontro com jornalistas. Na tarde de segunda-feira anunciou a decisão do Congresso Eletivo ao Santo Padre. "O Papa Francisco assinou a nomeação imediatamente. Ele disse que este é um momento importante para o Opus Dei, pois pela primeira vez será liderado por uma pessoa que não trabalhou estreitamente com São Josemaria. Pediu que, sendo muito fiéis ao espírito do fundador,enfrentem com ousadia os desafios do futuro", disse Mons. Mariano Fazio.

Francisco ofereceu um medalhão da Virgem como presente ao novo prelado. O próximo 27 de janeiro, ocorrerá a entrada solene de Mons. Fernando Ocáriz na igreja de Santa Maria de la Paz, onde está a sede do prelado do Opus Dei.