Dora e a minha família

Minette L. de los Reyes, Canadá: Uma vez estava num centro do Opus Dei em Vancouver y descobri uma estampa com um retrato de uma senhora chamada "Dora".

Favores recebidos

Uma vez estava num centro do Opus Dei em Vancouver y descobri uma estampa, parecida à de São Josemaria, mas com uma foto diferente: tinha um retrato de uma senhora chamada "Dora".

Era a primeira vez que eu via esta estampa. Quando li, surpreenderam-me as palavras "exercer as tarefas que a Bem-aventurada Virgem Maria realizou no lar de Nazaré" e "difundir à minha volta o calor de família que ela fazia presente com seu trabalho alegre e abnegado".

Estas frases tocaram-me e inspiraram para fazer a mesma coisa na minha casa, com o meu marido. Queríamos ter um filho. Continuei lendo a oração da estampa e quando diz "peça-se", pedi a Dora que me ajudasse a ter um bebê (só se fosse a vontade de Deus, naturalmente).

Depois perguntei a uma pessoa do Opus Dei quem era aquela senhora, "Dora", e contou-me sobre a sua maravilhosa vida.

Três meses depois, soube que estava grávida.

Quando contei à minha irmã, que estuda em Roma, que estava esperando um bebê, para a minha surpresa, no mesmo momento, sugeriu-me que rezasse a Dora. Perguntei-lhe: "Você também conhece a Dora?" Então, a partir daquele momento, pedimos a Dora que cuidasse da minha gestação.

Com a evolução da gravidez, tivemos alguns pequenos incidentes que me obrigaram a ficar de repouso. A pressão arterial subiu um pouco, fui hospitalizada e o parte teve que ser induzido. Eu e meu marido continuamos rezando a Dora em todo este tempo.

No dia 23 de abril de 2012, nasceu o nosso primeiro filho, Alexander Xavier, um bebê sorridente, saudável e lindo!

Em março de 2013, eu, meu marido e o bebê viajamos a Roma e fomos à Igreja Prelatícia de Santa Maria da Paz, para agradecer pessoalmente a Dora a sua intercessão. Alegrou-nos muito dar a Alexander a oportunidade de cumprimentar sua protetora antes de cumprir um ano de vida.

Muito obrigada, Dora!