Como na dança

Quando trabalho dando aulas de balé preciso usar as sapatilhas adequadas e melhorar continuamente a minha dança; penso que a mesma coisa ocorre com a fé: sem aprofundar, sem exercitar-se, não vai para a frente...

Opus Dei - Como na dança

«Ser cooperadora é um desafio para mim: é, sempre, apoiar uma boa causa que está por cima de você, pela qual está disposta a se esforçar. Às vezes, pedem-me umas aulas de dança; outras, presidir a uma jornada para a família ou colaborar nas atividades do Clube juvenil, ou o quer for. De alguns meses para cá, estou dando cursos de orientação familiar para casais com crianças entre dois e dez anos. Aprendi que crer não é uma questão complexa, mas que é preciso aprofundar na fé. Quando trabalho dando aulas de balé preciso usar as sapatilhas adequadas e melhorar continuamente a minha dança; penso que a mesma coisa ocorre com a fé: sem aprofundar, sem exercitar-se, não vai para a frente».

Judith Gerbrands - Mora em Kerkrade, Limburgo (Holanda). É professora de dança.