Aniversário da Canonização de São Josemaria

Em 6 de outubro de 2002, numa cerimônia inesquecível na Praça de São Pedro, em Roma, o Papa João Paulo II elevava aos altares o Fundador do Opus Dei, São Josemaria Escrivá. A televisão transmitiu diretamente as imagens para o mundo inteiro. Para comemorar a data, exibimos um vídeo do evento.

Notícias

 A cerimônia de Canonização teve lugar no dia 6 de outubro, às 10 horas da manhã. Em honra da Santíssima Trindade (...), declaramos e definimos “Santo o Bem-aventurado Josemaria Escrivá de Balaguer, e o inscrevemos no Catálogo dos Santos, e estabelecemos que em toda a Igreja seja devotamente honrado entre os Santos, proclamou solenemente João Paulo II. O “Amém” da assembléia pôs um ponto final à fórmula de canonização, e um aplauso emocionado elevou-se na Praça de São Pedro até o Castelo Sant’Angelo. Os principais jornais italianos registraram a presença significativa de uma multidão de mais de 400.000 pessoas, que abarrotaram a Praça de São Pedro e seus arredores. Simultaneamente, milhões de telespectadores de todo o mundo acompanhavam a transmissão direta de 29 emissoras de televisão.

Terminada a Missa, o Papa, que desejava saudar os presentes, percorreu de automóvel, acompanhado pelo Prelado do Opus Dei, D. Javier Echevarría, a Praça e a Via della Conciliazione. Durante o trajeto, dezenas de crianças receberam do Papa a bênção e um beijo na testa.

No dia 7 de manhã, o Santo Padre recebeu em audiência os participantes da canonização. Na sua alocução, referiu-se à incondicional atitude de serviço a todas as almas que o novo santo sempre manifestou, atitude “patente na sua entrega ao ministério sacerdotal e na magnanimidade com que impulsionou tantas obras de evangelização e de promoção humana em favor dos mais pobres”. D. Javier Echevarría acabava de celebrar a Santa Missa de Ação de Graças na própria Praça de São Pedro.

Na homilia de João Paulo II destacam-se, entre outras, as seguintes palavras: São Josemaria foi um mestre na prática da oração, que ele considerava uma ‘armaextraordinária para redimir o mundo. Aconselhava sempre: ‘Primeiro oração; depois, expiação; em terceiro lugar, muito em terceiro lugar, ação’.(...) “Que o Senhor vos ajude, queridíssimos irmãos e irmãs, a acolher esta exigente herança ascética e evangelizadora!”(...) “Certamente, não faltarão incompreensões e dificuldades para quem tenta servir com fidelidade a causa do Evangelho. O Senhor purifica e modela com a força misteriosa da Cruz a todos os que chama para segui-Lo; mas na Cruz – repetia o novo santo – encontramos luz, paz e gozo”.

Para recordar a ocasião, oferecemos nos links abaixo, além da homilia do Papa, notícias sobre a Canonização e um vídeo documentário “Canonização de Josemaria Escrivá, um Acontecimento”.