A influência do Opus Dei

Em que medida o Opus Dei pode influir sobre os acontecimentos do mundo e, em particular, da Igreja? De que modo a situação atual influi na Prelazia?

Perguntas ao Prelado

A principal influência que os fiéis do Opus Dei exercem é por meio da oração: todos os leigos e sacerdotes da Prelazia, quase 80.000, rezam diariamente pelo Papa, pelos bispos, pela unidade dos cristãos, por este mundo que amam apaixonadamente. Estou convencido de que esta súplica individual, e ao mesmo tempo compacta, que se eleva continuamente a Deus partindo dos cinco continentes, é um grande bem para a Igreja e para a sociedade.

Por outro lado, o Opus Dei não tem uma estratégia global de ação na sociedade. No entanto, o espírito de santificação do trabalho comum que anima os fiéis do Opus Dei, constitui um estímulo em suas vidas que os empurra a fazer de seu próprio trabalho um serviço eficaz aos outros e um instrumento para promover a justiça e exercer a caridade com seus semelhantes. Ao mesmo tempo, o trabalho é ocasião de apostolado pessoal com nossos semelhantes e, por conseguinte, de serviço à Igreja.

A situação atual do mundo influi no Opus Dei do mesmo modo que influi na Igreja inteira, porque a Prelazia do Opus Dei é uma porção da Igreja. A difusão atual da secularização e do espírito de auto-suficiência representam hoje uma dificuldade real -ou pelo menos um desafio- para nossos apostolados como para o de toda a Igreja. Mas também existem elementos positivos e, de fato, no Opus Dei comprovamos diariamente que em todo o mundo são milhares os jovens -também mulheres e homens de todas as idades- desejosos de responder com generosidade e entusiasmo ao ideal de um cristianismo vivo e exigente, que os fiéis da Prelazia procuram transmitir.

Agência de notícias "KAS", Polônia, 17/05/1995