A ajuda continua do Céu

Esta é uma seleção de favores que o Bem-aventurado Álvaro concedeu desde sua beatificação e que seus protagonistas relataram.

Favores
Opus Dei - A ajuda continua do Céu

1. Estou convencida que encontrei trabalho graças a Dom Álvaro. Estava em uma situação desesperadora e ajudou-me a conseguir um trabalho de acordo com a minha preparação, muito próximo da minha casa, e, além disso, com colegas a que nossa fé pode ajudar muito. Muito obrigada D. Álvaro, espero poder agradecer-lhe mais adiante, e que muitas mais pessoas possam fazê-lo, pois estou falando dele a muitas pessoas. Muito obrigada.

M.J.P., 12 de maio de 2015

2. Há aproximadamente um ano atrás, tive um problema sério com o carro, pois quebrou a embreagem e concertá-la ia custar 500 euros. Naquele momento eu não podia pagar essa quantia sem desfalcar as economias que tinha feito com a minha namorada (hoje esposa), então liguei para a oficina da marca e tentei negociar um preço mais baixo. Falei com um homem que me dizia que era impossível, pois o carro não estava mais na garantia e qualquer desconto seria um privilégio a que eu não tinha direito. Desliguei desanimado. Mesmo assim, decidi rezar ao então Servo de Deus Álvaro del Portillo um pouco do meu jeito, pois não sei a oração da estampa e nem a tinha.

Imediatamente o homem da oficina me ligou e disse que ao desligar tinha comentado com seu chefe e este lhe tinha dito que me fariam o conserto completamente grátis, como se a garantia não tivera expirado. Desde então, o Bem-aventurado me concedeu tudo o que lhe pedi.

Por isso, quando no dia da primeira festa do Bem-aventurado (12 de maio), o médico informou a minha mulher e a mim que teríamos um filho, decidimos chama-lo Álvaro.

M. A. T., 5 de junho de 2015

3. Escrevo para agradecer a Dom Álvaro o favor que me fez. Na residência onde trabalho um dos boilers (aquecedor de água) destinado a aquecer a água de um dos edifícios da residência estragou. Chamamos uma empresa para que fizesse o concerto. Ao revisá-lo e buscar a causa, disseram-nos que era necessário trocar uma peça que custava uns dois mil euros e portanto compensava comprar um novo. Tenho que dizer que a caldeira é relativamente nova, não tem mais de oito anos. Como pareceu-nos um pouco caro, pedimos a outras empresas que viessem revisa-lo e chegaram à mesma conclusão. Chamamos a pessoa que tinha instalado o equipamento. Na manhã em que ia vir pedi a D. Álvaro que por favor não fosse essa a falha, já que nestes momentos era impossível arcar com um gasto tão alto e, ao mesmo tempo, não podíamos continuar sem água quente. Ao chegar esta pessoa, revisou outra vez o boiler e disse-nos que ia trocar um sensor para ver se assim solucionava. Fez a troca da peça e o boiler voltou a funcionar sem problemas.

R. A., 4 de março de 2015

4. Desejo publicar meu anônimo agradecimento a Dom Álvaro pelo milagre de encontrar um bom trabalho na minha área, menos de uma semana depois da sua beatificação, que tive o prazer e a alegria de viver em Valdebebas. Em poucos dias teria ficado sem recursos para manter-me com independência. Agora lhe peço que, além da estabilidade, possa recuperar e manter recursos para não necessitar desse tipo de ajuda da minha família e poder contribuir, ajudar-lhes e formar minha própria família. Muito obrigado, D. Álvaro.

Anônimo, 31 de março de 2015

5. Tenho rezado a estampa de D. Álvaro faz muito tempo. Tive a sorte de conhecer-lhe e lhe tenho muita devoção. Rezei para pedir-lhe que concedesse uma bolsa de estudos para minha filha continuar estudando na Universidade [...]. Nossa situação econômica não é boa, e não podíamos pagar. Para ela e para nós era muito importante que pudesse continuar estudando. Ontem lhe comunicaram que tinha sido concedido, graças à intercessão do Bem-aventurado Álvaro. Obrigado.

M. P., 29 de julho 2015

6. Bom dia, gostaria de deixar escrito um favor concedido por intercessão do Bem-aventurado Álvaro. Sou enfermeira, desde outubro de 2014 vivo na R. D. do Congo e trabalho como professora no ISSI (Institut Supérieur en Sciences Infirmières), uma iniciativa impulsionada pelo Bem-aventurado Álvaro... Mas esta é outra história. Hoje mesmo, quando cheguei ao trabalho o computador não ligava, depois de várias tentativas sem êxito, pensar em pedir ao Bem-aventurado Álvaro e disse-lhe algo assim: por favor, faz com que ligue... Se o fizer, eu escrevo. Pois bem, promessa é dívida. Aqui está este favor, que testemunha que não é necessário esperar grandes milagres, mas milagres na vida ordinária, pedidos a grandes santos.

O. T., 12 de agosto de 2015

7. Tenho uma empresa na área de produtos óticos. Fazemos importações frequentemente. Neste mês de julho, decidimos fazer uma particularmente grande. O provedor mandou-nos 6 pacotes no total. Um, o mais valioso, extraviou-se e não chegou à Guatemala.

Decidi, depois de dois dias sem notícias, rezar uma estampinha ao Bem-aventurado Álvaro. Fiquei muito surpreendido do resultado, justamente terminando o Glória, ligou-me o encarregado de importações, a caixa tão valiosa apareceu na Venezuela e logo a teríamos na Guatemala. Obrigado ao Bem-aventurado!

M. F. A., 18 de agosto de 2015

8. Tenho 11 anos e por isso não tenho e-mail. Deixo o do meu pai. Escrevo para contar-lhes que o Bem-aventurado Álvaro me ajuda muito a não ter pesadelos.

I. S. H., 31 de agosto de 2015